EXAME DE SEXAGEM FETAL


SEXAGEM FETAL

Conheça o sexo de seu bebê antecipadamente
Tem se tornado cada vez mais raro, pais que desejam esperar o nascimento para conhecer o sexo da criança. Antecipar a surpresa, favorece em melhor planejamento familiar, enxoval, decoração do quarto, escolha do nome...

Exame

Sexagem Fetal

 

Metodologia

PCR - Real Time (Polimerase Chain Reaction), com oligonucleotídeos iniciadores derivados do gene DYS14 específico do cromossomo Y.

 

Fundamento do Teste

Este teste fundamenta-se na identificação de partes do cromossomo Y - aquele que determina o sexo masculino no ser humano, isolado na circulação materna. Após a coleta, o plasma é separado e o DNA, isolado do mesmo, ampliado e submetido à reação de PCR- Real Time, desenvolvido para a determinação do sexo fetal possui excelente sensibilidade e especificidade.

 

Preparo do Teste

Não necessita nenhuma preparação especial, também não há necessidade de jejum e todas as grávidas podem se submeter a ele.

 

Probabilidade de Acerto

A partir da 8ª semana de gestação a probabilidade de detecção do sexo fetal pelo plasma materno através da biologia molecular é de 98,2%, segundo estudos (Levi JE, et al. Rev Bras de Ginec e Obst. 25(9):687-690, 2003.

 

Vantagens

Detecção precoce do sexo fetal.

Procedimento não invasivo, sem risco para o feto.

 

Desvantagem

Baixa incidência se pesquisado antes da 8ª semana de gestação (em geral 70-75% de acerto).

Ainda há uma margem, mesmo que pequena (1,8%) de índice de erro, decorrente da não exposição / detecção do cromossomo Y.

 

Interferências

Podem ser encontrados resultados falseados em casos de hiperovulação, fertilização in vitro com gravidez múltipla, abortamento subclínico, transfusão de sangue recente e transplante de órgão de origem masculina.

 

Prazo

Resultado em 6 dias úteis.

 

Custo / Valor

Consulte nossas atendentes pelos canais de atendimento

Central Técnica: 3218-5900
WhatsApp: (44) 98455-3043
E-mail: gerquali@labsantoantonio.com.br
Unidade de Atendimento: Central Técnica Curitiba: Av. Curitiba, 321 – Maringá-PR

 

Curiosidades

Sabendo-se que homens possuem a presença dos cromossomos XY, como marcador genético masculino, e nas mulheres XX, a identificação molecular baseia-se na busca do cromossomo Y no sangue materno, já que durante a gravidez, uma pequena porcentagem do DNA materno na sua circulação sanguínea é de origem fetal. Se este for identificado é menino e caso contrário, menina.

 

Sinônimos

Sexagem fetal

Determinação do Sexo fetal

 

Os convênios médicos cobrem este tipo de exame?

Não, pois não é considerado exame de rotina, nem estritamente necessário na gravidez.

Não faz parte dos exames do Rol de procedimentos da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar)

 

A Sexagem Fetal pode ser realiza sem pedido médico?

Sim, não é invasivo, nem oferece riscos.

 

Gestações anteriores interferem no resultado?

Não, independente do sexo não há interferência no teste pois o DNA acaba sendo eliminado da corrente circulatória materna após o nascimento.

 

O que acontece em caso de gravidez gemelar (gêmeos)?

Para gêmeos univitelinos (idênticos) o resultado serve para ambos.

Para gêmeos fraternos (mais de uma placenta), se o resultado do teste for menino, indica que os dois ou ao menos um dos fetos é menino. Se o resultado for menina, indica que as duas são meninas.